Apesar de ter 70% dos votos para sua eleição Reinaldo deixou Cassilândia fora do benefício de asfalto

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB), deixou Cassilândia fora do pacote de licitações de asfalto, que vai beneficiar alguns municípios.

Apesar de ter obtido 70% dos votos para sua eleição no município e ter conhecimento da situação em que se encontra as ruas da cidade e ainda das condições precárias das finanças do município, o governador Reinaldo Azambuja, não colocou o município que tem o prefeito de seu partido no plano.

Financeiramente, Cassilândia não tem condições de realizar o recapeamento na cidade. Hoje 80% das ruas da cidade precisa com urgência de recapeamento. A arrecadação do município é insuficiente para atender essa demanda.  Somente com apoio do governo do estado e federal, a administração municipal terá condições de melhor a infraestrutura da cidade.

No interior do Estado as obras de infraestrutura urbana serão realizadas em Nova Andradina, Sete Quedas, Água Clara, Aparecida do Taboado, Sete Quedas, Ribas do Rio Pardo, Itaporã, Coxim, Caarapó e Jardim.

No total, segundo o diretor-presidente da Agesul, Emerson Pereira, serão lançados 31 editais para execução de obras com recursos de emendas parlamentares, via Ministério das Cidades e também do Governo do Estado. “Estamos fazendo tudo com a maior rapidez possível para não perdermos o prazo”, ressaltou.

Comentários

Comentários